Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correio da Educação

Correio da Educação

Uma equipa de investigação do Instituto Superior Técnico (IST), constituída por Samuel Martins, Ricardo Fonseca e Luís Silva, publicou recentemente um artigo na reconhecida revista científica internacional "Nature Physics"  sobre um avançado mecanismo para investigar computacionalmente a nova geração de aceleradores de partículas - os aceleradores laser-plasma.

Os aceleradores de partículas são usados em diversas áreas da ciência e da tecnologia, sendo que os aceleradores convencionais, contudo, exigem infra-estruturas de grandes dimensões com elevados custos associados. Experiências nos últimos anos demonstraram um novo conceito de aceleradores baseados na interacção de um laser intenso com um plasma. Num Acelerador Laser-Plasma, um laser intenso e curto atravessa uma coluna de plasma, produzindo uma onda na qual partículas podem "surfar" até altas energias. As acelerações são três ordens de grandeza superiores às dos aceleradores convencionais de radio-frequência, o que constitui uma verdadeira disrupção tecnológica no sentido da miniaturização dos aceleradores.

Os novos resultados dos investigadores do IST, em colaboração com investigadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles, mostram assim que os novos aceleradores laser-plasma poderão em breve estar na origem de infra-estruturas mais compactas e mais económicas para aplicações tecnológicas e para a investigação de ciência fundamental. (Ver mais)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.