Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correio da Educação

Correio da Educação

 

 

Tabuaço, 09/12/1902 – Porto, 26/12/1994

 

Filho e neto de professoras de instrução primária, Albano Chaves terminou o curso da Escola Normal de Vila Real em Julho de 1919. Nesse mesmo ano, foi colocado interinamente na escola de Paradela (Tabuaço), onde se manteve até 1930 com sua mulher, também professora, Maria Emília de Madureira e Sousa Donas-Boto. Em 1930, foi colocado por concurso em Leça da Palmeira, aqui permanecendo até à sua aposentação em Julho de 1963. Nesta escola, criou a caixa escolar e a cantina escolar, iniciativas para apoio aos alunos pobres.

 

Albano Chaves exerceu ainda funções como delegado escolar no concelho de Matosinhos e teve diversos louvores ao longo dos 42 anos da sua carreira de professor de instrução primária. As homenagens, realizadas nomeadamente pela Junta de Freguesia de Leça da Palmeira e pela Câmara Municipal de Matosinhos, confirmam o apreço em que era tido pelos seus conterrâneos, muitos deles antigos alunos. Um seu antigo discípulo de Leça da Palmeira instituiu o Prémio Albano Chaves para o aluno da instrução primária com melhor aproveitamento escolar no fim de cada ano lectivo.

Tendo sido agraciado com a Ordem de Instrução Pública, em 1957, Albano Chaves ilustra bem a vida de muitos professores de instrução primária em meados do século XX. Profissionais competentes e dedicados, procuraram aliar o seu trabalho escolar a uma intervenção no plano social, de que é exemplo a acção que desenvolveu como um dos fundadores da Conferência de S. Vicente de Paulo de Leça da Palmeira.

No caso de Albano Chaves importa realçar, sobretudo, a produção de materiais didácticos para o ensino primário. Estamos perante um acervo impressionante de largas dezenas de títulos – Cadernos, Resumos, Problemas, Exercícios, Pontos de exame, etc. – que abrangem as principais matérias do ensino primário da época (Redacção e Gramática, Aritmética e Geometria, História de Portugal, Geografia, Ciências Naturais, Desenho), destinando-se ao acompanhamento escolar dos alunos, à sua preparação para exame e para a admissão aos liceus ou às escolas técnicas.

Trata-se de um conjunto muito significativo de obras, que foram objecto de numerosas edições (nalguns casos, mais de vinte edições), que constituíram preciosos auxiliares de ensino, sobretudo nas décadas cinquenta e sessenta. Neste sentido, o nome de Albano Chaves fica ligado a um tipo de "material didáctico" que alterou consideravelmente a forma de ensinar e de aprender na escola primária portuguesa.

 

Trabalhos sobre o(a) autor(a)

Albano Chaves, Donas-Boto de S. João da Pesqueira, Leça da Palmeira, 2002.

 

«CHAVES, Albano», in António Nóvoa (dir.), Dicionário de Educadores Portugueses, Porto, Edições Asa, 2003: 332, com adaptações.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.