Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correio da Educação

Correio da Educação

À imagem do Plano Nacional de Leitura, Portugal deverá ter um Plano Nacional de Cinema. O suplemento "Ípsilon", do jornal Público, divulgou um artigo onde várias personalidades sugerem filmes que deveriam ser de visionamento obrigatório nas escolas.

Das personalidades contactadas, aceitaram responder o ensaísta Eduardo Lourenço, o poeta e comissário do Plano Nacional de Leitura Fernando Pinto do Amaral, a atriz, realizadora e deputada independente pelo PS Inês de Medeiros, o diretor do Museu de Serralves, João Fernandes, os realizadores João Salaviza e Jorge Silva Melo, o escritor Manuel António Pina, o arquiteto Nuno Portas, o crítico e ex-diretor da Cinemateca Pedro Mexia e a professora de Literatura Rosa Maria Martelo. (Público)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.