Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correio da Educação

Correio da Educação

 

 

O dicionário de língua portuguesa Houaiss poderá ser retirado de circulação no Brasil, em função de uma ação civil pública que acusa a publicação de difundir expressões preconceituosas a respeito da etnia cigana.
A ação teve início em 2009, quando um cidadão de origem cigana apresentou uma queixa junto ao Ministério Público Federal de Uberlândia, por este caracterizar a nomenclatura «cigano» como «aquele que trapaceia, velhaco», ainda que deixe expresso que é uma linguagem pejorativa.
Os responsáveis do dicionário consideram que os dicionários não «criam» termos na língua, mas refletem «como espelhos», as ocorrências da fala, sem ter a intenção de «atacar ou ferir» qualquer grupo. (CM)

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.