Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correio da Educação

Correio da Educação

 

O Ministério da Educação considera que não existem razões para que a greve da função pública, marcada para sexta-feira, afete a realização da prova de aferição de Português. Esta greve não abrange os professores, mas sim o pessoal não docente e o Ministério afirma que "a falta de pessoal administrativo não é motivo para encerrar escolas" e que estas "têm autonomia para gerir a situação da melhor forma, assegurando que as provas se realizam com normalidade". (Público)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.