Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correio da Educação

Correio da Educação

 

 

 

Um estudo canadiano de Psicologia concluiu que a leitura de ficção ajuda a melhorar a empatia e o relacionamento social dos leitores, ao passo que a leitura de não-ficção expositiva parece traduzir-se num menor suporte social, menor auto-estima e maior tendência para a depressão.
A estudo deduz que os leitores de ficção estabelecem uma relação parassocial com as personagens ficcionais, que os faz sentirem-se mais acompanhados, além de que a capacidade de imersão numa história parece fomentar a capacidade de projeção na mente do outro e apreender os seus estados psíquicos, visto que as competências de leitura de ficção estão neurologicamente relacionadas com as competências de memória autobiográfica, raciocínio para o futuro, orientação no espaço e inferência mental. (Psychology Today)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.